20/07/2017

Cores no céu e no mar


















No final da tarde, o sol se despede encantando o céu com tons de azul e roxo, meio hesitante em ir embora, compondo uma pintura na natureza do tempo digna de uma fotografia, tirada exclusivamente da retina de quem se encantou com o talento da obra. Uma cópia real na mais alta definição, guardada em baús de memórias esquecidos.

A Lua surgi naquela mistura de cores com seu brilho, tao cheia, tao alta, tao poderosa. A cor da paz se espalha pelo céu sem deixar vestígios do algodão rejeitado na imaginação.
Na amplitude, estrelas começam a aparecer timidamente com medo de estragar a arte, tornando a pintura mais formidável, merecedora de uma tela por uma alma Impressionista.

Enquanto a imensidade se aperfeiçoa, dois humanos admiram o céu como se nunca tivesse visto um. Mas isso é apenas a sensibilidade em apaixonar-se todo dia pelas cores do ambiente natural como se fosse a primeira vez. O mar fica gentil com seus admiradores do raso finito, proporcionando em conjunto ao efeito do entardecer uma energia serena.

O Homem se perde em pensamentos desconhecido por mim, a garota que tenta descrever o espetáculo de mais um dia enquanto baila nas doces ondas.

"Homem livre, o oceano é um espelho fulgente 
Que tu sempre hás-de amar. No seu dorso agitado, 
Como em puro cristal, contemplas, retratado, 
Teu íntimo sentir, teu coração ardente." 
-Charles Baudelaire, O Homem e o Mar

2 comentários:

  1. Que texto lindo, Mandy! <3
    Sou muito apaixonada pelo céu, pelas cores únicas que ele tem e que nenhum homem já conseguiu fazer igual.
    Beijos, Tau
    versos-de-inverno.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Que linda reflexão sobre o céu, amei a escolha das palavras *-* seu blog transborda poesia e arte, como eu sou fã daqui ♥

    https://eueminhaestupidez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Hey! Me deixa um comentário, pode ser no anonimo.
Obrigada pela visita! ^^

♥ ♡ ♩♫♭♪♬ (∩˃o˂∩) (≧∇≦) ~ヾ(^∇^) (ノಠ益ಠ)ノ彡┻━┻ ┬──┬ ノ( ゜-゜ノ) ಠ_ಠ ( ̄。 ̄)~zzz ʘ‿ʘ ಥ⌣ಥ (づ。◕‿‿◕。)づ ヽ(゜∇゜)ノ∑(゜Д゜;) (´・ω・`)( ;´Д`)┐(‘~`;)┌ ( ゚д゚) ☜(⌒▽⌒)☞ (ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧ ( ・_・)ノ⌒●~* ヽ(*´∀`)人(´∀`*)ノ (`・ω・´)9 (;一_一) ( ̄▽ ̄) ( ͡° ͜ʖ ͡°) (◡﹏◡✿) (⊙﹏⊙✿) (◕﹏◕✿) (◕‿◕✿) (◕︿◕✿) (◡‿◡✿) (⊙‿⊙✿) (⊙︿⊙✿) (⊙△⊙✿) (◡△◡✿) (◕△◕✿) (◠△◠✿) (◕ω◕✿) (⊙ω⊙✿) (◡ω◡✿) (◠ω◠✿) (◠︿◠✿) (◠﹏◠✿) (◠‿◠✿) ★~(◡‿◡✿) ★~(◠‿◕✿) (◡△◡✿) (ノ◕ヮ◕)ノ (ノ◕ω◕)ノ ヽ(゜∇゜)ノ (´・ω・`) ∩(︶▽︶)∩ ( ´ ▽ ` )ノ (・∀・ ) ( ̄(エ) ̄) (✪㉨✪)(╹ェ╹)╮(─▽─)╭ (•⊙ω⊙•) ( ´∀`)☆ (≧ω≦) ( ^▽^ ) (✿◠‿◠) (◡‿◡✿) (◕‿◕✿) (≧◡≦) (¬_¬) (◑‿◐) ✖‿✖ (╥_╥) (╯3╰) (¬‿¬)
(∪ ◡ ∪) (≧ω≦) o(≧o≦)o (─‿‿─) (︶︹︺) (∩︵∩) (。◕‿◕。) (~ ̄▽ ̄)~ (︶ω︶)