15/10/2018

viver na relatividade.

Imagem de anime, art, and girl

sufocam-me os sonhos 
ambiciosos por liberdade
e na quietude da existência
isolo-me da realidade.

Sou minha própria barreira,
perdida em uma zona desvairada
e, sozinha, trancafiada
desperto em mim a invisível aventureira.





(desbravo pelo mundo em pensamentos inquietos, no entanto, a abstração que me apresenta é sensível diante de egos inflados e concretude. Não te bajulo a se aproximar e ficar, o desapego é contínuo e o que me importa é somente a luz da sabedoria, a arte que se manifesta. Se quiser, venha nesta viagem. Precisa se preparar. Mas se não, tudo bem. Vai no teu caminho. Somos Livres. Boa sorte.)